sábado, 27 de novembro de 2010

Vox populi

Amanhã, domingo, teremos eleições para o Parlamento da Catalunha, órgão autónomo desta comunidade, e tradicionalmente a voz do povo. E, para atrair o povo, os partidos catalães utilizaram vários artifícios, tendo sido o mais comum, sem dúvida, o bicho-papão versus herói libertador.
Ora bem, no país Espanha existem dois partidos grandes: PSOE (socialistas, esquerda) e PP (Populares, direita). Na Catalunha o PP é remetido para terceiro ou quarto lugar nas urnas e é facilmente explicável: é o partido que mais recursos apresenta em Madrid contra as leis aprovadas pelo Parlamento catalão, e por ainda por defender uma lógica que nunca teve muitos adeptos nesta região. O que não impede, apesar de tudo, de poder governar em coligação, mas isso é outra história.
Na Catalunha, como partidos de poder encontramos o CIU (centro-direita), PSC (socialistas catalães), Esquerda Republicana, Iniciativa Verde pela Catalunha (não precisam de parêntesis, creio). O primeiro vai destacadamente à frente, a caminho da maioria absoluta, os outros três fizeram parte de um tri-partido que não teve grandes resultados. Se governar a um já dá direito a discussões, basta imaginar e ir juntando ingredientes para inventar a pólvora.

Existem coisas em campanha que muitas vezes são manifestamente exageradas e programas onde muitas vezes cabe tudo, até as ideias mais utópicas. Mas também são um pouco da raiz onde se começa a clarear se o fruto é doce ou não.

No caso do PSC apresentou um super-candidato Montilla, no que se adivinha como o caso de um herói renascido das cinzas em que se tornaram o tri-partido. Também nos tentou convencer que votar es un plaer (votar é um prazer), o que até é verdade, mas normalmente só se fizermos parte da maioria.











O CIU sem receios apresentou a Espanha-nação como ladra dos interesses e proveitos gerados na Catalunha, sem nada em troca, e apresentou um vídeo bastante elucidativo. Muitos dos cidadãos comuns têm este preconceito dos estados em geral. Neste vídeo de campanha, a união faz a maioria.



No caso do PP teve na sua página web um jogo em que o objectivo era matar emigrantes e independentistas, que mais tarde retirou por ter considerado um "erro da empresa webmaster". O C's é um pequeno partido que tem como objectivo roubar eleitores ao PP, mas que defende teorias similares.





Amanhã se verá que campanhas conseguiram acordar o eleitor de frente do sofá para ir votar, no dia antes do também explosivo jogo de futebol Barça-Madrid.

2 comentários:

  1. bem feita a apresentação. "Roubei-a" para o meu blogue www.terrasmuialtas.blogspot.com directamente... vamos lá a ver se o jogo de futebol não atrai mais as atenções que as eleições: há contecimnetos que parecem "coincidir" propositadamente... Abraço. Até sábado. Bom fim de semana...

    ResponderEliminar

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal.