quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Feira do cogumelo


Hoje foi o ponto alto da Festa do Cogumelo (Festa del Bolet, em catalão), na vila de Llagostera, na zona de Girona. A cerca de 90 km de Barcelona, e com aproximadamente 7800 habitantes, encheu-se de alegria, música e boa disposição. Para uma tarde a meio de Outubro, o tempo colaborou com céu azul e temperatura de 33 graus. O Outono bem que queria chegar, mas em dia feriado é a melhor forma de oferecer um sorriso aos visitantes.




Artesanato de vime.

Arenque seco, salgado e prensado.

Um aspecto da vila.

Casino de Llagostera, local eleito para organizar o almoço popular, pelo económico preço de cinco euros por pessoa, bebida incluída. No entanto quando chegámos já tinham esgotado as cerca de 200 refeições previstas. Assim, fomos comer botifarras para outro recinto da Festa.

Mel para várias preferências. Existia a particularidade de podermos ver um favo de colmeia com as abelhas em acção numa espécie de aquário. Na minha infância tive a oportunidade de ver de perto todas aquelas obreiras a trabalharem, porque o meu pai tinha colmeias. Todas as picadas que levei foram recompensadas por um bom bocado de mel. Hoje em dia penso que a protecção certa pode trazer-nos a mesma satisfação e poupar uns quantos inchaços.

Queijo, principalmente de cabra e ovelha.

Uma panorâmica da zona central da vila.

Podemos apreciar demonstrações de falcoaria: este exemplar branco, e o de baixo em primeiro planos são mochos, os outros falcões.




Aqui estão os cogumelos. Muitos e diferentes, bem cozinhados um petisco muito bom. Os catalães têm a tradição de ir para os bosques "à caça" deste manjar quando chega a época de os apanhar.




Chá de cores e cheiros diferentes.

Uma das formas possíveis de cultivar cogumelos.

Cogumelos secos, que se podem conservar durante muitos meses, tendo apenas que se demolhar antes de cozinhá-los.




A moda de inverno para a criançada ir ao pastoreio :-)




Variedade Rossinyol.








Aqui está artesanato engraçado e adaptado ao tema: quebra-nozes e avelãs com a forma de cogumelos.

Um prato tradicional: botifarra com feijão branco (e cogumelos).





Bom pão, este tinha mão viseense: existia um padeiro português a vender pão nesta festa.

Já começam a aparecer as castanhas...


Um queijo enooooorme!


Duas espécies de torresmos (llardons i greixons, em catalão) e chouriços correntes.

Passeios de burro para a petizada.

Umas bengalas com guizos.


Câmara Municipal, com a bandeira catalã.






  Já se começam a preparar os caga-tios para o Natal.






Para acabar a tarde em beleza, uma visita a Tossa de Mar, na Costa Brava, que fica a escassos quilómetros e que conta com um castelo à beira-mar.






Sem comentários:

Enviar um comentário

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal.